Cristãos porangatuenses vão às ruas pela Pátria e pela Democracia, no 7 de Setembro

Cristãos porangatuenses vão às ruas pela Pátria e pela Democracia, no 7 de Setembro 1Hoje, terça-feira, 7 de Setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil, foi marcada por diversas manifestações em todo o país. Em Porangatu a situação não foi diferente, embora muitas pessoas, lideranças políticas estivessem participando das manifestações em Brasília, a própria comunidade cristã, de forma voluntária e sem envolvimento de grupo político, realizou uma grande carreta em tons verde-amarelo pela cidade, como forma de protesto, reivindicando direitos e a liberdade de expressão.

A concentração aconteceu na Praça do Centro Cultural, de onde os condutores de carros de passeio, caminhonetes, motocicletas e também caminhões saíram em clima de muita animação. Pelo caminho, eles defraudaram bandeiras e tocaram músicas que retratavam o sentimento de amor à Pátria e em defesa dos direitos constitucionais. Os manifestantes exigiram o voto auditável para as próximas eleições e as palavras de ordem eram também de reprovação às medidas que têm sido tomadas pelo STF – Supremo Tribunal Federal, onde foram citados os atos principalmente dos ministros Alexandre Morais e Luiz Roberto Barroso.Cristãos porangatuenses vão às ruas pela Pátria e pela Democracia, no 7 de Setembro 2

“Nossa indignação enquanto cidadãos conservadores e defensores dos princípios que envolvem a família, a moral e muito mais quanto se trata de princípios cristãos que acima de tudo são ordenanças de Deus. O fato de hoje está acontecendo este movimento nas principais cidades do país, isso nos deu forças para também defendermos os princípios da moralidade aqui em Porangatu. Conversando com outros irmãos evangélicos, então surgiu essa ideia de fazermos esta carreata e a participação da comunidade foi muito expressiva, ficamos contentes com a repercussão”, explicou Mateus Cunha Aguiar, um dos organizadores.

Em síntese, Mateus disse que o desejo de lutar pela defesa da soberania, enquanto povo brasileiro; a defesa da Constituição Federal; a defesa da liberdade de expressão e a defesa dos valores cristãos foram os principais pontos que motivaram os manifestantes. Cristãos porangatuenses vão às ruas pela Pátria e pela Democracia, no 7 de Setembro 3“O cidadão brasileiro que ama a sua bandeira e que deseja o melhor para essa nação, principalmente aqueles que não apoiam o comunismo, foi só convocar a população e tudo aconteceu de forma muito natural, sem a necessidade de articuladores políticos. Pedimos o apoio da Polícia Militar e tivemos uma manifestação bastante tranquila e pacífica”, comemorou Mateus Aguiar.

No encerramento do ato, os manifestantes deram as mãos e finalizaram com uma oração.